Solução da Equação de Difusão Atmosférica com Vento Longitudinal Dependente da Distância da Fonte

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Solução da Equação de Difusão Atmosférica com Vento Longitudinal Dependente da Distância da Fonte

Neste trabalho, é apresentada uma solução integral semi-analítica da equação de difusão atmosférica considerando a velocidade do vento como função da distância longitudinal e vertical da fonte poluidora. O modelo leva em consideração os mecanismos de remoção e transformação via deposição seca e reação química. Uma hipotética fonte de emissão de contaminantes urbana na presença de ventos de mesoescala em uma camada limite instável é mostrada. Os resultados sugerem que os ventos de mesoescala gerados pela ilha de calor urbana advectam os contaminantes para cima, aumentando a intensidade da poluição atmosférica em áreas urbanas. Palavras-chave: ilha de calor urbana, vento de mesoescala, modelo analítico, camada limite atmosférica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *